Desaparecendo

by Tiro Williams

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
04:26
2.
3.
04:01
4.
03:30
5.
6.
7.
8.
9.
04:28
10.
04:20
11.
04:44

credits

released November 4, 2014

Gravado e mixado por Gustavo Bill nos estúdios Feedback, KGB, Macaco Malvado e Mansão Stronda.

Masterizado por Marcello Yndy.

Todas as músicas por Tiro Williams.

Participações especiais - Ramon Barroncas: trompete em “Bourbon” e “Beautiful II”; Ivan Bicudo: teclado em “Aprontando”; Victor Yrigoyen: ukulele em “Exílio”, backing vocals em "Que Fase"; David Athias: backing vocals em “Bourbon”, Motel” e “Aprontando”; Bernardo Mota: meia-lua em “Bourbon”.

Capa e projeto gráfico por Julio Cesar Lapagesse (www.cargocollective.com/juliolapagesse)

tags

license

about

Tiro Williams Brasília, Brazil

A Tiro Williams é uma banda formada em 2007. Em 2008 lançou uma demo com quatro músicas. Em 2009 veio o primeiro disco cheio, que rendeu bons frutos: arrancou elogios da mídia especializada e foi eleito o melhor CD nacional do ano na coluna "Garagem", do Correio Braziliense, e o segundo melhor pela TramaVirtual. O segundo disco, Desaparecendo, foi lançado em novembro de 2014. ... more

contact / help

Contact Tiro Williams

Streaming and
Download help

Track Name: Bourbon
Salve a grana para o pôquer e pro Bourbon
Vamo bardernar, badernar o Parthenon

Eu fico pensando no que vou fazer
Eu não sei, eu não sei, eu não sei, eu não sei
Os anos passando, sempre alguém dizendo
Como devo ser ou o que devo ser

Eu cruzo as ruas deste avião
Encarando o nada
Iria embora sem você, eu não aguento mais

Apaga o abajur, me passa o Bourbon
Hoje só quero nos trancar aqui
E não me importa o que será de nós ao anoitecer
Espero nem saber
E tudo que eu quiser hoje cê vai me dar
Track Name: Desaparecendo
Achei que fosse legal dar uma volta lá fora
Curtir todo o espaço que me falta percorrer
Como um papel em branco esperando ser riscado
Por qualquer ideia nova que vier aparecer
O sol bate tão quente que evapora minha memória
E o meu dia implora por algo novo pra ver
E penso na última vez que a gente se falou
Quanto você queria ver isso acontecer

Por que você ainda chora?
Por que você se importa tanto?

Lembro daquela noite na qual eu voltei só
Silêncio e ruas escuras
Pensando nas palavras que você me falou
Como esse mundo é tão estranho
E que a qualquer momento tudo vai se acabar
O nosso tempo é tão curto
Como somos pequenos diante disso tudo
Mas nossos sonhos valem tanto
Nossos sonhos valem

Por que você ainda chora?
Por que você se importa tanto?
Por que você não olha pra trás e me vê desaparecer?
Por que você se importa tanto?
Track Name: Sexta, 23h
Ela não quer dizer aonde vai
Nem responder as mesmas perguntas que ela me faz
Ela não quer saber de se prender
E eu não ligo quando ela começa a me perguntar
Se ela me faz feliz e por que não pergunto como ela está
Eu desconverso, contorno, mas cedo ou tarde ela vai dizer

Que eu não sinto falta, que eu não me importo com nada
Que eu não paro pra escutar, mas ela é tão igual a mim
Bebo o bastante pra não me manter distante
Volte aqui, vamos recomeçar e recomeçar e recomeçar

Ela vai se irritar ao me ver
Ao pé do ouvido de outra tentando me entreter
Ela vai chorar e ao me interrogar vai dizer

Que eu não sinto falta, que eu não me importo com nada
Que eu não paro pra escutar, mas ela é tão igual a mim
Bebo o bastante pra não me manter distante
Volte aqui, vamos recomeçar e recomeçar e recomeçar
Track Name: 70/60?
Sente que eu quero fazer aquilo que nunca fiz
E eu sei que depois de tudo isso você vai repetir
Diga que jamais na vida vai ver algo assim
Esse é meu cartão de visitas, com licença, entrei

Ela vai ser o fim, mas mesmo assim eu não vou parar
Até ela gritar pra mim

Logo, logo, vou sentir aqui embaixo de mim
O lago que você soltou, eu sei, eu vi, eu senti
Mesmo que a gente não dê tempo para existir
A minha seta vai buscar o seu alvo aí
Track Name: Beautiful Life II
Ela partiu ao vê-lo chorar
Não quis ver quem um dia amou se humilhar
Muito pensou e escreveu:

“Meu amor, eu sinto muito, mas eu quero ver o mundo
E tudo vai ser bem mais fácil se você não estiver junto
Nosso laços eram belos, mas os nós fortes demais
Tão fortes que nos prendiam a um lugar que eu não queria mais”

Mais algumas porcas linhas de desculpas e mentiras
Para aliviar a dor do homem que pouco amou

E ouvindo She’s leaving home ela resolveu se libertar

Pôs o que coube na mala e desligou o celular
Resgatou toda a velha poupança que a avó fez pra lhe mimar
Jogou tudo o que importava no seu carro popular
O mesmo que ganhou do pai quando passou no vestibular

Só um bilhete pra mãe sem muita explicação
Para amenizar a dor da família que deixou

E ouvindo She’s leaving home ela resolveu se libertar
Track Name: Amanhã Nunca Sabe
Chegou a hora, vai começar
Um novo velho amor vai voltar
E vai te arrastar pra um futuro saudoso
De um passado marcado, rancoroso
Mas um presente cheio de conforto
Que sereno esquentará nossos lençóis
Nos afastar
Da dança sem ritmo
Dos olhares tímidos
Da cantada bêbada
Da conversa estúpida
Das mentiras cínicas
Da falta de escrúpulo
Da entrega frígida
Da trepada tântrica
Das noites viradas, do humor tão ácido
O cérebro derretendo feito plástico
A dor no estômago, a pele anêmica
Os rostos tão pálidos, as mãos tão trêmulas
E um adeus fatídico
Track Name: Motel Novo Arizona
O avião sai às 10h, passe bem
E que o chão seja sempre firme sob seus pés
Sinto saudade e vou testando
Até errar do melhor jeito
E só aceito começar quando não tiver mais fim

Eu não vou ficar
Eu só vim falar pra você continuar a passar as janelas abertas

Diz ‘oi’ pra sua mãe
E fala que enquanto ela tentava me convencer
Eu pensava em discos voadores

Eu não vou ficar
Eu só vim falar pra você continuar a passar as janelas abertas

Não fui eu quem disse que você fica bem do meu lado
Foi alguém que nem te conhece
Mas que entende de fotografia
Eu juro, mas não vou ficar
(Continue a passar as janelas abertas)

O avião sai às 10h, passe bem
E que o chão seja sempre firme sob seus pés
Track Name: Exílio na Rua Principal
A casa é grande, mas nunca caberá Pipo
O Bessa é nosso, isso ninguém vai nos tirar

A motoneta corta a Epitácio fácil
Em Cabedelo, o mar tirou a pele do pé
Eu vou chamar o tal síndico do Obadias

O sol é brasa
Caminho contra o vento, então
Não tem parente, enterro chave e chinelo

Lá nos Estados passo e te pego de seis
Fui ver vinil no beco perto da Central
Mas nada feito, o cara tinha cara de bicho réio

Ponta do Seixas correu antes do pôr do sol
Nunca me leve, não quero mais nenhum Ravel
É Dona Branca ou Bebe Blues e Come Jazz?
Track Name: Que Fase!
Ele aos 20 era mesmo outra coisa
Louco pra enfiar o pé na jaca
Tanto que rolou o sacrifício pra tirar o seu filme queimado do ar
Hoje mal passou pelos seus 30
Caminhando só pela calçada
No seu peito, uma aflição terrível
Não se enxerga dentro do seu próprio lar

Dava pra vê-lo ofuscar os olhos das garotas em seus sonhos juvenis
Hoje os olhos que o fitam nos bares não reconhecem mais

Você diz ‘é apenas uma fase’
Eu te digo ‘é a sua sina’
Ser tirado pelas “garotinha”
Rock’n’roll by Prada na noite a ostentar
Quem mandou não ser safo na vida
Não serás eterno na balada
Mas você ainda acredita
Que o seu tempo nunca, nunca vai passar
Pra que se iludir?
Track Name: Monólogo
Vai fingir que não se importou
Com a falta que faz alguma troca de calor
E se eu tentar insinuar
Que o que eu quero de você é ver o clima esquentar

Você vai chiar
Lá vem mais um monólogo
Lá vem mais um sermão infeliz
Lá vem mais um monólogo
Lá vem mais um blá blá blá blá blá blá

Guarde o seu tempo para mim
Guarde sua libido pra depois
Deixe o seu desejo para o fim
Esqueça suas vontades por nós dois

Mas espero a hora chegar
Paro e pacientemente prendo o ar
E espero se arrumar
E se eu ouso te apressar, ah, o que eu fui fazer?
Track Name: Aprontando
Deixo os outros brigarem por você
Enquanto escapo com todos os meus defeitos
Confuso, doente, perdendo um tanto
Aprontando altas confusões e aventuras

Do que ainda é
Quando é dia
E eu sei ficar sem ninguém
E achei que assim devia estar
Eu nunca quis ser mais feliz que ninguém

Só quis deixar de ser inadequado